António Joaquim

 Sem título
Serigrafia sobre papel XX/XXV
Dimensão da mancha: 34 x 47 cm
Dimensão total: 50 x 64 cm

Nota: O Clube Rastro tem uma oferta muito especial para si! Na compra desta obra receba imediatamente duas serigrafias:  “A gente não lê” do artista Alfredo Luz e a  “Persona” do artista Martinho Dias. No Clube Rastro há um mundo de ofertas e vantagens: oferta do transporte das obras, os clientes pagam as peças como puderem e, agora, recebem de oferta duas obras gráficas que valem 400 euros!
Confie, compre no Rastro; há 35 anos a transformar os seus sonhos em arte!

 

 

125,00

Em stock

Qualquer interessado pode adquirir de imediato esta obra; basta clicar em Adicionar e seguir os passos indicados para que esta obra passe a pertencer à sua coleção.

A obra será entregue em sua casa de forma inteiramente grátis, com o seguro do transporte das obras a ser oferecido pelo Clube Rastro. Todas as obras de arte disponíveis no site do Clube Rastro têm cotação e estão devidamente certificadas.

Pode optar por subscrever o Clube Rastro, um clube de colecionismo de arte onde se acede à obra dos melhores artistas nacionais através de um pequeno investimento mensal de verba para o clube. Veja em Subscrição como aderir ao Clube Rastro.

Os subscritores do Clube Rastro não pagam qualquer joia de inscrição e terão direito a diversos prémios. Para qualquer outra informação sobre esta obra, por favor contate-nos através do info@clube.galeriaorastro.com

REF: CR#1967 Categorias: , , Etiqueta:

Descrição

António Joaquim nasceu na freguesia de Travanca, concelho de Santa Maria da Feira, em 1925.

Pintor figurativo. dedica mais de meio século à pintura.

Atualmente os seus quadros estão espalhados por todo o mundo.
Trabalha com António Pedro.
António Joaquim foi e é um dos grandes pintores de temas da Cidade Invicta, a par de António Cruz e Jaime Isidoro.

Retrata as paisagens, os recantos de vilas e cidades portuguesas com grande domínio da luz e da cor.
Em 1953, realiza a sua primeira exposição, no Salão Silva Porto.

Participa em 17 Salões de Outono e em algumas dezenas de outras coletivas.
É distinguido com vários prémios.

1947 Executou pintura mural no Palácio da Fábrica de Porcelana da Vista Alegre.

1979 Foi galardoado com a Medalha de Mérito da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira.

Em 1981, recebe o Prémio Especial do Júri. no Salão do Outono, no Casino Estéril. Homenagem prestada pela Câmara Municipal de Santa Maria da Feira.

 Está edificado um monumento em sua honra, da autoria da escultora Emília Lopes na sua terra natal, Travanca em Santa Maria da Feira.

Está representado no Museu Nacional Soares dos Reis, Museus de Aveiro e Ovar, Governos Civis do Porto, Aveiro e em coleções particulares.

Outras obras deste artista