Promoção!

Artur Bual

Natália Correia
Óleo sobre cartão colado em tela
Dimensão: 200 x 100 cm

Nota: até ao final do ano, o Clube Rastro tem uma prenda muito especial para todos os compradores de obras originais apresentadas no site do clube: na compra deste original, recebe de imediato a oferta da serigrafia de Alfredo Luz, “Fernando Pessoa”! Veja a obra aqui.

Nota: caso deseje adquirir esta obra e não tenha disponibilidade para pagar de imediato a totalidade do valor, o Clube Rastro permite o pagamento fracionado. Basta contatar o nosso clube e combinar connosco um plano de pagamentos. Sem despesas nem juros para si!

5.000,00

Em stock

Qualquer interessado pode adquirir de imediato esta obra; basta clicar em Adicionar e seguir os passos indicados para que esta obra passe a pertencer à sua coleção.

A obra será entregue em sua casa de forma inteiramente grátis, com o seguro do transporte das obras a ser oferecido pelo Clube Rastro. Todas as obras de arte disponíveis no site do Clube Rastro têm cotação e estão devidamente certificadas.

Pode optar por subscrever o Clube Rastro, um clube de colecionismo de arte onde se acede à obra dos melhores artistas nacionais através de um pequeno investimento mensal de verba para o clube. Veja em Subscrição como aderir ao Clube Rastro.

Os subscritores do Clube Rastro não pagam qualquer joia de inscrição e terão direito a diversos prémios. Para qualquer outra informação sobre esta obra, por favor contate-nos através do info@clube.galeriaorastro.com

REF: CR#0508 Categorias: , , Etiqueta:

Descrição

Nascido em 1926 em Lisboa.
Artur Bual cedo se revelou um dos artistas mais dotados da sua geração, considerado um pioneiro da pintura gestual em Portugal, desde o início dos anos cinquenta.

Artur Bual foi, um dos primeiros pintores gestualistas abstratos portugueses que participaram no I Salão de Arte Abstrata, em 1954. Organizado pelo historiador e crítico de arte José Augusto França, na Galeria de Março – Lisboa.

Realizou diversas exposições em Portugal e no estrangeiro. A sua obra encontra-se em coleções como a do Palácio da Justiça de Lisboa. Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian. Em vários Museus Nacionais, Câmaras Municipais ou do Governo Regional dos Açores.

Além de trabalhos como ceramista, escultor, diretor gráfico, diretor plástico no Teatro Experimental de Cascais e no Porto ou ilustrador de obras literárias. Executou ainda diversos frescos em doze capelas do Alentejo e do Ribatejo e os painéis-mosaico para a estação da CP da Amadora e para o Metropolitano de Lisboa.

Prémios:

-Foi distinguido pelo Sindicato dos Críticos de Arte de França, na I Bienal de Paris, em 1959.

-Entre muitos outros, foi Premio Nacional de Pintura Amadeo de Souza Cardoso, em 1959.

-Terceiro, Prémio do Sindicato dos Críticos de Arte na I Bienal de Paris em 1959.

-Primeiro, Prémio do II Salão de Arte Moderna da Junta de Turismo da Costa do Sol em 1964.

 

Outras obras deste artista