Felipe Pantone

“SCV P 4”
Litografia sobre papel nº 22/30
Dimensão: 70 x 70 cm
Ano: 2022
Assinado pelo artista

Nota: O Clube Rastro tem uma oferta muito especial para si! Na compra desta obra receba imediatamente os “Palhaços” do Mestre Roberto Chichorro! No Clube Rastro há um mundo de ofertas e vantagens: oferta do transporte das peças, os clientes pagam as obras como puderem – basta contatar-nos – e, agora, recebem uma obra gráfica que vale 350 euros!
Confie, compre no Rastro; há 35 anos a transformar os seus sonhos em arte!

1.000,00

Em stock

Qualquer interessado pode adquirir de imediato esta obra; basta clicar em Adicionar e seguir os passos indicados para que esta obra passe a pertencer à sua coleção.

A obra será entregue em sua casa de forma inteiramente grátis, com o seguro do transporte das obras a ser oferecido pelo Clube Rastro. Todas as obras de arte disponíveis no site do Clube Rastro têm cotação e estão devidamente certificadas.

Pode optar por subscrever o Clube Rastro, um clube de colecionismo de arte onde se acede à obra dos melhores artistas nacionais através de um pequeno investimento mensal de verba para o clube. Veja em Subscrição como aderir ao Clube Rastro.

Os subscritores do Clube Rastro não pagam qualquer joia de inscrição e terão direito a diversos prémios. Para qualquer outra informação sobre esta obra, por favor contate-nos através do info@clube.galeriaorastro.com

REF: CR3153 Categorias: , , Etiqueta:

Descrição

Felipe Pantone nasceu em 1986, na Argentina, tendo crescido no sul de Espanha.
Graffiter contemporâneo, Pantone distingue-se nos campos da arte cinética, instalações, graffiti e design.

  Formou-se em Belas Artes pela Universidade de Valência (Espanha).
Hoje possui um estúdio naquela cidade, onde iniciou sua carreira profissional.


O seu trabalho caracteriza-se pelo uso de cores fortes, padrões geométricos e elementos de Op art. 

Atravessando o estilo do graffiti convencional, tipografia e abstração, o seu trabalho funde elementos arrojados de design gráfico com formas geométricas altamente evoluídas para criar uma estética ultramoderna que complementa e reage à modernidade gritante de nossas paisagens urbanas.

Segundo Pantone, seus trabalhos são uma meditação sobre as formas como consumimos informação visual.
Victor Vasarely e Carlos Cruz-Diez  são  modelos para Felipe Pantone.
Esses artistas cinéticos utilizavam o efeito moiré , ou seja, linhas de cores diferentes que criam uma impressão de movimento.
No trabalho da Pantone, os espectadores têm uma sensação de vibração enquanto se movem.
Para conseguir esse efeito, ele utiliza softwares de modelagem 3D, que podem então ser refletidos em afrescos, murais, pinturas e até esculturas.
O seu principal objetivo é desvincular-se de toda informação acadêmica e poder fazer arte com liberdade.
Além de pintar murais, Felipe Pantone expõe o seu trabalho em galerias de arte e instituições de todo o mundo desde 2006.
De destacar também as suas colaborações artísticas com marcas como a McLaren, Hennessy e Zenith.

Outras obras deste artista