Pedro Cabrita Reis

Sem título
Serigrafia sobre papel nº 34/35
Dimensão: 100 x 70 cm
2006

Obra emoldurada

Nota: O Clube Rastro tem uma oferta muito especial para si! Na compra desta obra receba imediatamente duas serigrafias:  “A gente não lê” do artista Alfredo Luz e a  “Persona” do artista Martinho Dias. No Clube Rastro há um mundo de ofertas e vantagens: oferta do transporte das obras, os clientes pagam as peças como puderem e, agora, recebem de oferta duas obras gráficas que valem 400 euros!
Confie, compre no Rastro; há 35 anos a transformar os seus sonhos em arte!

 

 

 

1.100,00

Em stock

Qualquer interessado pode adquirir de imediato esta obra; basta clicar em Adicionar e seguir os passos indicados para que esta obra passe a pertencer à sua coleção.

A obra será entregue em sua casa de forma inteiramente grátis, com o seguro do transporte das obras a ser oferecido pelo Clube Rastro. Todas as obras de arte disponíveis no site do Clube Rastro têm cotação e estão devidamente certificadas.

Pode optar por subscrever o Clube Rastro, um clube de colecionismo de arte onde se acede à obra dos melhores artistas nacionais através de um pequeno investimento mensal de verba para o clube. Veja em Subscrição como aderir ao Clube Rastro.

Os subscritores do Clube Rastro não pagam qualquer joia de inscrição e terão direito a diversos prémios. Para qualquer outra informação sobre esta obra, por favor contate-nos através do info@clube.galeriaorastro.com

REF: CR#1760 Categorias: , , Etiqueta:

Descrição

Pedro Cabrita Reis nasceu em Lisboa, 1956
É um dos principais artistas plásticos da sua geração e um dos artistas portugueses com maior reconhecimento internacional.
A sua obra engloba uma grande variedade de técnicas – pintura, escultura, fotografia e desenho.  O artista vive e trabalha em Lisboa.

Formou-se na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa.
Ainda durante os anos de faculdade fundou e dirigiu a revista Arte Opinião (1978-1982).
A sua primeira exposição individual, “25 Desenhos”, em 1981, foi na Sociedade Nacional de Belas Artes.

Em 1987 fez  assim a sua primeira exposição individual internacional, “Anima et Macula”, na Cintrik Gallery, em Antuérpia, Bélgica.
Desde então participou em importantes exposições internacionais, como na Documenta IX e Documenta XIV, em Kassel (1992 e 2017), nas 21ª e 24ª Bienais de São Paulo (1994 e 1998).
Pedro Cabrita Reis participou também em várias edições da Bienal de Veneza:  representou Portugal com Rui Chafes e José Pedro Croft em 1995.

Conta  então com numerosas exposições individuais e coletivas, e obras suas integram as coleções de muitos museus nacionais e internacionais.
Entre os quais se destacam a Gulbenkian, a Tate Modern, The Arts Club of Chicago, a Hamburger Kunsthalle, Serralves, o MAAT, o S.M.A.K., o Centre Pompidou, a Culturgest, o IVAM, o CAC Málaga, o Museu Berardo, o Kunst Museum Winterthur, o Museo Jumex, a Ontario Art Gallery, o MUCEM, o MoMA PS1, o Museo Reina Sofia.

A 26 de janeiro de 2023, foi agraciado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, com o grau de Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique.

Outras obras deste artista