Promoção!

Pedro Calapez

Sem título
Acrílico sobre cartão
Dimensão: 79 x 118 cm
Dimensão com moldura: 106 x 148 cm

Nota: até ao final do ano, o Clube Rastro tem uma prenda muito especial para todos os compradores de obras originais apresentadas no site do clube: na compra deste original, recebe de imediato a oferta da serigrafia de Alfredo Luz, “Fernando Pessoa”! Veja a obra aqui.

7.500,00

Em stock

Qualquer interessado pode adquirir de imediato esta obra; basta clicar em Adicionar e seguir os passos indicados para que esta obra passe a pertencer à sua coleção.

A obra será entregue em sua casa de forma inteiramente grátis, com o seguro do transporte das obras a ser oferecido pelo Clube Rastro. Todas as obras de arte disponíveis no site do Clube Rastro têm cotação e estão devidamente certificadas.

Pode optar por subscrever o Clube Rastro, um clube de colecionismo de arte onde se acede à obra dos melhores artistas nacionais através de um pequeno investimento mensal de verba para o clube. Veja em Subscrição como aderir ao Clube Rastro.

Os subscritores do Clube Rastro não pagam qualquer joia de inscrição e terão direito a diversos prémios. Para qualquer outra informação sobre esta obra, por favor contate-nos através do info@clube.galeriaorastro.com

REF: CR#0421 Categorias: , , Etiqueta:

Descrição

Pedro Calapez nasceu em Lisboa (1953) onde vive e trabalha.
Começou a participar em exposições na década de setenta e em 1982 fez a sua primeira exposição individual.

Expôs individualmente em várias galerias e museus, com destaque para Histórias de objectos, Casa de la Cittá, Roma, Carré des Arts, Paris e Fundação Gulbenkian, Lisboa (1991); Petit jardin et paysage, Capela Salpêtriére, Paris (1993); Memória involuntária, Museu do Chiado, Lisboa (1996); Campo de Sombras, Fundação Pilar i Joan Miró, Maiorca (1997); Studiolo, INTERVAL-Raum für Kunst und Kultur, Witten, Alemanha (1998); Madre Agua, MEIAC – Museu de Arte Contemporânea, Badajoz e CAAC – Centro de Arte Contemporânea da Andaluzia (2002); Trabalhos seleccionados 1992-2004, Fundação Gulbenkian, Lisboa (2004); piso zero, CGAC – Centro de Arte Contemporânea da Galiza, Santiago de Compostela (2005); Lugares de pintura , CAB – Centro de Arte Caja Burgos, Burgos (2005).

O seu trabalho tem sido alvo de mostras individuais e coletivas em diversas galerias e museus tanto em Portugal como no estrangeiro.
Encontra-se representado em diversas coleções entre as quais destacamos: Central European Bank, Frankfurt, Fundació Pilar i Joan Miró, Maiorca, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, Fundação EDP, Lisboa, Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofia, Madrid e Museu de Serralves, Porto.
Pedro Calapez vive e trabalha atualmente em Lisboa.

Prémios:
2005 “aica award”, lisboa, “premio nacional de arte gráfico” calcografia nacional, madrid. 2001 “prémio edp pintura”, lisboa. 1999 “prémio pintura cidade de palma”, palma de mallorca. 1998 “prêmio el brocense”, deputación provincial de cáceres. 1994 “prêmio de desenho”, fundação pilar i joan miró, mallorca. 1990 “prémio sindicato latino”, lisboa. 1987 “prémio amadeo de sousa cardoso”, museu de serralves, porto. 1986 “5ª Bienal Cerveira Award”, vila nova de cerveira. 1984 “prémio bienal lagos 84”, lagos. exposições individuais (desde 1996).

Outras obras deste artista