Promoção!

Raúl Perez

Sem título
Técnica mista sobre papel
Dimensão: 24 x 30 cm
Dimensão com moldura: 60 x 68 cm
2006

Nota: até ao final do ano, o Clube Rastro tem uma prenda muito especial para todos os compradores de obras originais apresentadas no site do clube: na compra deste original, recebe de imediato a oferta da serigrafia de Alfredo Luz, “Fernando Pessoa”! Veja a obra aqui.

2.000,00

Esgotado

Qualquer interessado pode adquirir de imediato esta obra; basta clicar em Adicionar e seguir os passos indicados para que esta obra passe a pertencer à sua coleção.

A obra será entregue em sua casa de forma inteiramente grátis, com o seguro do transporte das obras a ser oferecido pelo Clube Rastro. Todas as obras de arte disponíveis no site do Clube Rastro têm cotação e estão devidamente certificadas.

Pode optar por subscrever o Clube Rastro, um clube de colecionismo de arte onde se acede à obra dos melhores artistas nacionais através de um pequeno investimento mensal de verba para o clube. Veja em Subscrição como aderir ao Clube Rastro.

Os subscritores do Clube Rastro não pagam qualquer joia de inscrição e terão direito a diversos prémios. Para qualquer outra informação sobre esta obra, por favor contate-nos através do info@clube.galeriaorastro.com

REF: CR3104 Categorias: , , Etiqueta:

Descrição

Figura maior das artes plásticas contemporâneas portuguesas, Raúl Perez nasceu em 1944 em Lovelhe, aldeia do concelho de Vila Nova de Cerveira, no Minho. Apesar do artista recusar qualquer ligação a correntes artísticas definidas, o surrealismo é uma referência incontornável, tendo sido próximo de figuras de proa do movimento surrealista europeu e nacional como Cruzeiro Seixas e Mário de Cesariny, tendo este último organizado algumas exposições suas nos anos 1970 e 1980, com destaque para a exposição icono-biográfica Três Poetas do Surrealismo: António Maria Lisboa, Pedro Oom e Mario Henrique Leiria, organizada por Cesariny na Biblioteca Nacional (Lisboa) em 1981.

Fez a sua primeira exposição individual em 1972: trinta imagens do seu Diário Onírico, na Galeria de São Mamede, em Lisboa. Em 1973, já em Paris, integra o Grupo Phases, participando um ano depois numa exposição no Museu Van Esene (Bruxelas). Segue-se uma brilhante carreira internacional, sobretudo na pintura, desenho e ilustração, com exposições coletivas em Paris, Amsterdão, Chicago, Lisboa, Porto, Bochum (Alemanha) ou Tenerife.

Em 1986 participou na exposição O Fantástico na Arte Portuguesa Contemporânea, no Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian e na exposição do património de pintura e escultura da Caixa Geral de Depósitos, integrada nas comemorações do bicentenário do Ministério das Finança, entre muitas outras presenças em relevantes galerias privadas e públicas. O artista Raúl Perez faleceu em 2008.