Rico Sequeira

L’ ART DU LARD
Serigrafia sobre papel PA 13/15
Dimensão da mancha: 87 x 62,5 cm
Dimensão total: 100 x 70 cm

Nota: O Clube Rastro tem uma oferta muito especial para si! Na compra desta obra receba imediatamente duas serigrafias:  “A gente não lê” do artista Alfredo Luz e a  “Persona” do artista Martinho Dias. No Clube Rastro há um mundo de ofertas e vantagens: oferta do transporte das obras, os clientes pagam as peças como puderem e, agora, recebem de oferta duas obras gráficas que valem 400 euros!
Confie, compre no Rastro; há 35 anos a transformar os seus sonhos em arte!

200,00

Em stock

Qualquer interessado pode adquirir de imediato esta obra; basta clicar em Adicionar e seguir os passos indicados.
Para pagar a obra em prestações, basta contatar-nos através do e-mail info@clube.galeriaorastro.com.
A obra será entregue em sua casa de forma inteiramente grátis. Para qualquer outra informação, por favor contate-nos por email ou através dos números de telefone: (+351) 233 411 188 ou (+351) 934 239 608.

REF: CR#0509 Categorias: , , Etiqueta:

Descrição

Rico Sequeira, nasce em Portugal ano de 1954.
Estuda no Luxemburgo e nos EUA.
O convívio com outros artistas foi sempre uma constante, destacam-se os nomes de António Inverno, João Vieira, João Botelho e Malangatana.

Começou a expor as suas obras em vários países entre os quais se destacam Portugal, Espanha, França, Alemanha, Suíça, Luxemburgo, Bélgica, Suécia, Canadá, Brasil e Argentina. Também expôs em Feiras e Salões Internacionais de Arte, como sejam a ARCO, a FAC, a Estampa ou a Grands et Jeunes, no ano de 1982.

Foi músico profissional mas acabou por se dedicar à pintura. “Retirou-se” para o Museu do Prado, em Madrid, onde passava os dias a desenhar as obras de Goya. Isso marcou-o para sempre no modo de olhar.

Por outro lado coleciona, entre outras coisas, originais de banda desenhada que integram vários dos seus projetos como o de Tavira. Serve-se de originais de outros artistas.

O seu traço é gestualista e cria um efeito plástico de aleatoriedade, no entanto, é o resultado de uma súmula de gestos que já contém em si o pensado.

Rico Sequeira, frequentemente usa técnicas mistas com colagens.
Estas são a ponte entre a pintura e a originalidade da banda desenhada.

A sua mais recente exposição de pintura/escultura realizou-se no Museu Regional de Beja, “Porquê grande quando se pode fazer pequeno”, ano de 2016.

Outras obras deste artista