Sara Gonçalves

Object displacement series, part 4
Acrílico sobre tela
Dimensão: 25 x 30 cm

Nota: O Clube Rastro tem uma oferta muito especial para si! Na compra desta obra receba imediatamente duas serigrafias:  “A gente não lê” do artista Alfredo Luz e a  “Persona” do artista Martinho Dias. No Clube Rastro há um mundo de ofertas e vantagens: oferta do transporte das obras, os clientes pagam as peças como puderem e, agora, recebem de oferta duas obras gráficas que valem 400 euros!
Confie, compre no Rastro; há 35 anos a transformar os seus sonhos em arte!

 

225,00

Em stock

Qualquer interessado pode adquirir de imediato esta obra; basta clicar em Adicionar e seguir os passos indicados.
Para pagar a obra em prestações, basta contatar-nos através do e-mail info@clube.galeriaorastro.com.
A obra será entregue em sua casa de forma inteiramente grátis. Para qualquer outra informação, por favor contate-nos por email ou através dos números de telefone: (+351) 233 411 188 ou (+351) 934 239 608.

REF: CR#1267 Categorias: , Etiqueta:

Descrição

Sara Gonçalves nasceu no Porto em 1998, onde vive e trabalha.

A artista estudou ballet no Ginasiano Escola de Dança durante 12 anos, nos quais inclui workshops na companhia de dança da Pina Bausch e Atterballetto/ Fondazione Nazionale della Danza.

Sara Gonçalves frequentou pintura na Escola Artística Soares dos Reis até 2015 depois da qual continuou a pintar numa aprendizagem autónoma.

Mas em Janeiro de 2018 emigrou para Barcelona, onde viveu e trabalhou até Agosto de 2020.
Data em que regressou ao Porto e onde segue o seu trabalho até hoje.

Assim o amor à pintura sempre esteve presente na sua vida e, desde muito cedo, que se assumiu como uma das suas formas de expressão, sendo a principal nos últimos 3 anos.

Ligada às correntes contemporâneas e ao expressionismo abstrato, Sara Gonçalves apresenta a sua exposição “Inevitável”, na Biblioteca Municipal de Santa Maria da Feira, revelando-se em cada uma das suas obras. “As janelas aqui presentes marcam um ponto entre o que já fui e o que vou ser. O que já vi e o que vou ver. Algo que não se voltará a repetir, mas que não poderia deixar de acontecer. Inevitável”.

De Dezembro de 2021 ate Janeiro de 2022 esteve na Biblioteca Municipal de Santa Maria da Feira com a sua primeira exposição a solo “Inevitável”.

De Junho a Setembro de 2022 marca presença na Bienal de Arte Contemporânea de Trás-os-Montes com 3 peças.

Outras obras deste artista